Monografia

Gosto se discute?
análise de perfis de um site de relacionamento gay

RESUMO

A idéia para esse trabalho surgiu após a comunicação do então doutorando Gilmar Bueno Santos, na VII SevFale, realizada na Faculdade de Letras da UFMG, em 2007, cujo título era Discurso e sociedade: gays sem identidade?, no qual o pesquisador mostrou como o preconceito aparece no discurso gay em perfis de um site de relacionamentos.

Observou-se que o grupo dos excluídos (os homossexuais) reproduz o preconceito inculcado na sociedade contemporânea, tradicionalmente heterossexual, contra eles próprios. Assim, Santos encontrou exemplos de preconceito por parte dos gays com relação a alguns membros do próprio grupo de orientação sexual em alguns perfis retirados do site de relacionamentos disponivel.com.

O que fizemos nessa monografia foi, além de buscar em outro site de relacionamentos essa manifestação de preconceito, um aprofundamento do tema, abarcando uma bibliografia e uma análise mais amplas, tomando como base a Análise do Discurso. Também acudimos a outras áreas importantes para o trabalho, como a Psicologia Social e a Sociologia.

Analisamos as bases desses preconceitos que aparecem nos perfis de sites de busca de relacionamentos e, também, a finalidade com que eles aparecem. Com isso, pretendemos traçar um perfil da identidade homossexual a partir dos próprios homossexuais quando estes estão em um contexto de “caça”. Acreditamos que neste contexto os preconceitos aparecem com maior freqüência, porque o que se pretende é “vender” uma imagem de si positiva, o que os levaria a tecer comentários (explícitos ou implícitos) sobre o que acham bom, correto, bonito e de valor.

A valorização de certas características e a desvalorização de outras podem ser vistas no discurso de vários homossexuais. Cremos que essas características estão centradas em alguns estereótipos negativos, como a feminilidade e o que socialmente está conjugado a ela, como a passividade no ato sexual. Ademais, na construção de uma identidade homossexual em torno da valorização do masculino, supomos uma também valorização do estereótipo do belo corpo, o que provavelmente leva a uma forma de preconceito contra aqueles que fogem deste padrão. Esse ponto é de extrema importância para nosso trabalho, uma vez que analisamos perfis nos quais os integrantes podem publicar fotos suas, além de o corpo ser hoje uma ferramenta muito usada na definição da identidade do ser pós-moderno.

Outro tema abordado nos perfis refere-se à questão de ser assumido ou não, já que hoje em dia não é raro encontrar homossexuais que preferem manter sua sexualidade em segredo para evitar ser alvo de preconceitos ou de ser englobado nos estereótipos existentes com relação a este grupo social.

Nosso trabalho, portanto, examinou a relação entre os estereótipos existentes na sociedade moderna quanto aos homens homossexuais e a criação do ethos em perfis no site de relacionamento ManHunt.net, e buscamos analisar com base em quê e de que forma os homossexuais de Belo Horizonte cadastrados nesse site constroem uma imagem de si e do outro em um contexto de busca de relacionamentos.

Para alcançar esses objetivos, traçamos um perfil histórico sobre a homossexualidade no mundo e no Brasil, e discutimos conceitos como “preconceito”, “estereótipo”, “politicamente correto”, “gênero” e “identidade”, além de debater assuntos relacionados ao universo gay, como “ativo e passivo”.

A escolha da Análise do Discurso decorre do fato de ela levar em consideração não apenas as estruturas lingüísticas das manifestações verbais, mas também as manifestações sócio-culturais e ideológicas. Assim, tomando como referencial os estudos de diversos analistas do discurso, por exemplo, Charaudeau, usamos e aplicamos termos e conceitos como “ethos”, “sujeito”, “discurso”, “ideologia” e “imaginários sócio-discursivos”.

Os resultados da pesquisa revelaram que a construção do ethos dos participantes do site baseia-se nos estereótipos socialmente compartilhados sobre os homossexuais, seja de forma a contribuir para sua manutenção ou para desconstruir uma visão distorcida dos mesmos.

(LEIA AQUI A MONOGRAFIA)
 Monografia revisada em 2011

 

REFLEXOS DA MONOGRAFIA

A pesquisa desenvolvida no ano de 2008 e que deu origem à monografia, cuja nota final foi 100, também resultou em:

  • apresentação de algumas análises e do resultado no 7º ENUDS (Encontro Nacional Universitário de Diversidade Sexual), realizado na UFMG em 2009. Esta apresentação recebeu uma citação no site A Capa, especializado em assuntos GLS. (Veja AQUI)
  • convite para a redação de um artigo para a revista de temática GLS Aimé. (Leia AQUI)
  • composição do grupo de colunistas do site temático Muza (Clique AQUI para acessar essa seção do site)
  • publicação de um artigo na Revista ReVeLe, da Faculdade de Letras da UFMG. (Leia AQUI)
Anúncios